Panificadoras se preparam para ampliar as vendas no Natal


A exemplo de anos anteriores, as panificadoras se preparam para ampliarem as vendas, a partir da demanda do período natalino. Em dias onde as pessoas buscam praticidade, aliada a qualidade e preço, as panificadoras são uma opção inteligente, para quem quer aliar preço e qualidade.

De acordo com o presidente do Sindicato da Indústria da Panificação da Paraíba (SINDIPAN/PB), Romualdo Farias de Araujo, os empresários do segmento já vivem a expectativa do aquecimento nas vendas. É comum no período que antecede aos festejos natalinos as panificadoras oferecerem um produto diferenciado e isso tem sido a grande sacada do negócio.

São pães australianos, italianos, pastas, pão gelado e claro, o campeão de vendas, o famoso panetone. “Procuramos oferecer os melhores produtos a preços acessíveis e com qualidade e isso fideliza a nossa clientela”, disse.

“Em Campina Grande e região, já a partir de primeiro dezembro, a maioria das panificadoras começam a investir na decoração natalina, a fim de que a clientela já entre no clima natalino. Nessa época também atuamos com produtos diferenciados, a exemplo de Tortas Natalinas, Colombas, Ceias, Assados (peru, pernil, etc), mas, são os Panetones e as Ceias Natalinas que, sem de dúvida, estão entre os produtos mais procurados nessa época. A nossa expectativa é, portanto, é que tenhamos, para esse ano, uma aumento em torno dos 15% nas vendas, em relação ao ano passado”, comentou.

As padarias estão presentes nos quatro cantos da cidade, atendendo do cliente mais simples ao mais exigente.

“Apesar de nem todas as padarias entrarem no clima natalino, as que fazem a opção de investir, conseguem sempre bons resultados. Em tempos de crise a criatividade e o pensamento positivo são precisam ser os principais aliados. É sempre bom ter boas expectativas, pois são elas que movem o mundo. Por tudo isso, esperamos sempre fazer bons negócios”, concluiu Romualdo.

Para o presidente em exercício do Sindicato da Indústria da Panificação de Campina Grande (SINDIPAN-CG) , Marcos Rogério de Sousa, essa é uma tendência que se repete em Campina Grande.

Fonte: PARAIBA  ONLINE